Loading...

domingo, 24 de julho de 2011

Análise da Inteligência de Cristo: o Mestre Inesquecível - Augusto Cury


www.LivrosGratis.net :Análise da Inteligência de Cristo: o Mestre Inesquecível - Augusto Cury

Nome: Análise da Inteligência de Cristo: 
o Mestre Inesquecível - Augusto Cury
Nome Original:
Autor: Augusto Cury
Gênero: Religião
Ano de Lançamento: 2003
Editora: Academia de Inteligência



Sinopse: Se houvesse uma equipe de psicólogos auxiliando Jesus Cristo, há dois mil anos, a selecionar o seu grupo íntimo de discípulos, provavelmente nenhum dos que ele escolheu seria selecionado. Contrariando a lógica, teve a coragem de escolher jovens ansiosos, agressivos, impulsivos, individualistas e incultos. O Mestre dos Mestres não tinha um exército, uma escola ou uma comitiva política. Não andou mais do que 300 quilômetros e não pressionou ninguém a segui-lo. Por que seu pequeno grupo de doze discípulos se transformou hoje em mais de dois bilhões de pessoas? E por que o resto do mundo que não o segue o admira tanto? Como o Mestre da Vida atuou na estrutura da personalidade desses jovens e fez deles a mais refinada equipe de pensadores? Como transformou homens agressivos em tranqüilos, individualistas em sábios, frágeis em espetaculares empreendedores e líderes? Você ficará encantado ao descobrir os segredos da personalidade de Jesus que fizeram dele o Mestre Inesquecível: o maior educador da história e o maior vendedor de sonhos. Sonhos? Sonhos não se vendem. Essa expressão poética indica que ele fez brotar das lágrimas a esperança, das mágoas o alívio, da ansiedade o descanso, do medo a segurança. Se você ler este livro, é provável que sua vida se transforme num jardim de sonhos!



O Mestre da Sensibilidade - Augusto Cury




www.LivrosGratis.net :O Mestre da Sensibilidade - Augusto Cury

Nome: O Mestre da Sensibilidade - Augusto Cury
Nome Original:
Autor: Augusto Cury
Gênero: Literatura Nacional | Religião
Ano de Lançamento: 2006
Editora: Sextante


Sinopse: Em O Mestre da Sensibilidade, segundo livro da coleção Análise da Inteligência de Cristo, Augusto Cury apresenta um estudo sobre as emoções de Jesus e explica como ele foi capaz de suportar as maiores provações em nome da fé. Jesus demonstrou ser um grande mestre na escola da vida diante das angústias que antecederam sua morte, como a traição de Judas, a falta de apoio dos discípulos e a consciência do cálice que iria beber. O sofrimento, em vez de abatê-lo, expandiu sua inteligência. As perdas, em vez de destruí-lo, refinaram-lhe a arte de pensar. As frustrações, em vez de desanimá-lo, renovaram suas forças. Através de sua história, Jesus provou que é possível encarar a dor com sabedoria. Ele tinha todos os motivos para desistir de seu chamado e tornar-se uma pessoa fechada e agressiva, mas, apesar disso, foi um ícone de celebração à alegria, à liberdade e à esperança. Ele não se perturbava com o mau comportamento dos outros - pelo contrário, aproveitava cada momento de fraqueza para ensinar importantes virtudes como a paciência, a tolerância, o perdão e a humildade. O exemplo de Jesus nos ajuda a melhorar a qualidade de vida e a prevenir doenças psíquicas como a depressão, a ansiedade e o estresse. Analisar seu brilhante comportamento acende as luzes de nossa consciência e nos torna pessoas mais abertas para as infinitas maravilhas da existência.



quarta-feira, 20 de julho de 2011

Deus pode tudo!!


Às vezes quando tudo dá errado acontecem coisas tão maravilhosas que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo


“Entra na minha casa...
Entra na minha vida...

Mexe com minha estrutura...

Sara todas as feridas...

Me ensina a ter santidade...

Quero amar somente a Ti!
Por que o Senhor é o meu Bem maior...

Faz um milagre em mim!”
 


Deus pode tudo,basta você acreditar que Ele irá te ajudar e resolver qualquer coisa que esteja atrapalhando sua vida, seja nos negócios,na família, na empresa,no emprego, problemas de saúde ou espiritual. nada ,nem ninguém é maior ou melhor do que Deus.
Deus é o Deus que transforma tudo, se você quiser. Transformou água em vinho, as trevas em luz, levantou o que estava caído,curou alejados,cegos,surdos, ressuscitou mortos, então Ele PODE TRANSFORMAR VOCÊ E SUA VIDA.
Não aceite viver doente, se lamuriando,reclamando ,que nada da certo, que está tudo acabado,pois o mal quer isso mesmo,ver você numa pior e p'ra baixo. Não aceite!! jamais!!! Você nasceu para vencer,para ser alguém melhor do que é. não se aceite na miséria,na doença, na pobreza, reaja!!

Diga..TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE!!! 

Abraçar é uma nobre arte!

Abraçar é uma nobre arte!


O ato de cingir com os braços alguém, com o carinho liberado do coração faz muito bem à raça humana. Tanto para quem está praticando esse saudável exercício, quanto para quem está sendo contemplado por ele. Essa gostosa troca de sentimentos positivos é um dos gestos, se não o mais intenso, de sentir um ao outro. Um abraço pode renovar a alma e devolver ao espírito sua calmaria após algum período de agitação.

É através do abraço que podemos transmitir as emoções que muitas das vezes não conseguem ser ditas através de palavras. É um gesto completo, sem meios termos quando é dado com amor. Ele transmite uma sensação que vai além dos limites da imaginação; vai onde os olhos são incapazes de penetrar e os ouvidos incapazes de captar. Os sentimentos expressados através dele, são fundamentalmente importantes para a manutenção de bons relacionamentos, sejam eles de qualquer natureza.

Quando nascemos recebemos um abraço da enfermeira e depois de nossa mãe. E assim somos abraçados durante os primeiros anos de nossa vida, até um dia poder retribuí-los aos nossos pais, amigos, amores... Teria a ousadia de dizer que, somos arrancados para sermos abraçados.

Mas infelizmente o abraço está sendo esquecido nos lares, nos grupos de amigos, parentes, enamorados, casais, filhos, irmãos... O abraço está sendo desacumulado das tarefas do cotidiano. O simples e amável gesto de abraçar poderia minimizar carências, depressões, tristezas e tantas outras mazelas que nos cercam. Essa terapia, que é um abraço verdadeiro e sincero, deveria ser obrigação de cada um de nós, não uma obrigação forçada, mas acrescentada aos nossos interesses de bem estar e de relacionamento humano.

Com certeza o mundo seria bem mais interessante e todos nós pensaríamos e viveríamos diferentes. Utopia? Depende do ponto de vista. Ninguém está condicionado a acreditar que o abraço é confortador da alma, mas também não pode negar que a sua intensidade, regenera algumas das más circunstâncias da vida. Abraçar é muito mais do que um simples "apertão" de braços. No momento em que abraçamos afetuosamente a quem apreciamos, transmitimos ali emoções como o amor e a paz. Abraçar é mais que irrelevantes atitudes. É um dom. Vem de Deus.

O abraço tem o poder de revelar o tamanho do vazio que há dentro de nós e consequentemente dentro do outro. É como um fundo falso. Ao abraçar alguém, muitas vezes somos capazes de perceber o quanto o outro necessita de nós.

Num tempo de redes sociais, em que a internet dita os parâmetros do dia-a-dia, o abraço tende a perder seu valor pelas vagas sensações abstratas e muitas vezes fictícias, que tentamos exprimir através das novas tecnologias. O abraço não é fictício, é real. Tudo se acrescenta a ele: o olhar, o sorriso, o beijo... Abraçar é dizer ao outro: Estou aqui. Venha, você cabe em mim. Sinta o quanto te quero bem.

Quem não sabe abraçar não sabe do outro nem de si. Fecha-se e não se permite dizer que precisa de alguém. Abraçar é quebrar barreiras e alargar fronteiras do sexo, religião, cor, raça e classe social. Se sentirmos vontade de abraçar é porque temos vontade de acolher a vida.

O abraço é gratuito. Sela os reencontros e recomeços. Derruba todas as estruturas de morte que nos cercam. Seus benefícios trazem ao coração a singeleza e a esperança de dias melhores. O abraço é, portanto, uma fonte onde podemos encontrar forças para continuar a vida. Pratiquemos. Abracemos. Sejamos felizes, porque a vida torna-se curta demais para aqueles que não sabem viver bem.

sábado, 9 de julho de 2011

Homens e Mulheres de Fogo


Homens e Mulheres de Fogo

Juninho

Através de deste livro ,quero apresentar-lhe um amigo: o Espírito Santo, que tenta passar despercebido, mas é uma força incalculável e um guia infalível, o consolador das horas difíceis.

Ele é real e você vai poder tocá-lo ,abraçá-lo e perceberá que quando Ele falar através de você ,sairá algo sagrado de sua boca e se sentirá pisando em terra santa!
Deixe-se conduzir pelo fogo devorador de Deus, avive-se, incendeie-se e venha fazer parte deste grupo de Homens e Mulheres de Fogo.
É maravilhoso esse livro, li duas vezes e me tocou muito.

http://caminhomissaoide.blogspot.com/2010/01/homens-e-mulheres-de-fogo.html



Baixe o áudio da formação em formato mp3 direto em seu computador através do Easy-share, pelo link:

http://www.easy-share.com/1908812676/Homens e mulheres de fogo - Marcia.mp3


Posso dizer que FUI BATIZADA NO ESPÍRITO SANTO!!!
Sim,senti muito forte a presença do Espírito Santo
Apesar que ultimamente , estou sentindo O sempre,
Fui em um Grupo de Oração feito pelo Juninho e senti muito a presença dEle em todo o meu ser,em minh'alma. Chorei muito,lágrimas foram derramadas a todo momento .
Mas eram lágrimas de cura e libertação e o Espírito Santo me disse,que me libertou e que me batizou.
Esse foi especial, o dia ( 20-abr-10) que o ESPÍRITO SANTO ME BATIZOU e eu pude conhecê-lo realmente.
Em outra missa do Pe Marcelo,de Pentecostes,no mesmo ano,fui batizada novamente!!!
O Espírito Santo veio sobre mim,ele me 'queimou',me tocou,me ungiu.
E dos meus olhos fluiram lágrimas e eu não conseguia parar de chorar, era muita EMOÇÃO...UNÇÃO...o Espírito estava se manifestando sobre mim,como em Pentecostes.
Não fui à toa nessa missa,Deus marcou esse dia ,24 de maio , para reavivar, foi para receber a minha Unção,foi para que eu me enchesse do Espírito Santo de Deus.
Nessa Unção eu sentia vontade de louvar e louvava com os olhos,como diz o Pe Marcelo,enxarcados.
O Espírito Santo quis vir sobre mim como um Fogo para abrasar minha alma,meu coração e todo o meu ser.
Por isso senti calor.O calor do ESPÍRITO SANTO!
Nesse dia,comunguei em lágrimas também.

Enfrentando Gigantes


O filisteu também vinha se aproximando de Davi; e o que lhe levava o escudo ia adiante dele.

E, olhando o filisteu, e vendo a Davi, o desprezou, porquanto era moço, ruivo, e de gentil aspecto.

Disse, pois, o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus? E o filisteu pelos seus deuses amaldiçoou a Davi.

Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e darei a tua carne às aves do céu e às bestas do campo.

Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.

Hoje mesmo o SENHOR te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel;

E saberá toda esta congregação que o SENHOR salva, não com espada, nem com lança; porque do SENHOR é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão.

E sucedeu que, levantando-se o filisteu, e indo encontrar-se com Davi, apressou-se Davi, e correu ao combate, a encontrar-se com o filisteu.

E Davi pôs a mão no alforje, e tomou dali uma pedra e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa, e a pedra se lhe encravou na testa, e caiu sobre o seu rosto em terra.

Assim Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou; sem que Davi tivesse uma espada na mão.

Por isso correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus, que o seu herói era morto, fugiram.

E Davi pôs a mão no alforje, e tomou dali uma pedra e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa, e a pedra se lhe encravou na testa, e caiu sobre o seu rosto em terra.
Assim Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou; sem que Davi tivesse uma espada na mão.
Por isso correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus, que o seu herói era morto, fugiram. 1 Samuel 17, 41,-51


Para Golias, a quadragésima primeira manhã no vale de Elá sem dúvida floresceu como qualquer outro dia.

Davi, porém, ia e voltava de Saul, para apascentar as ovelhas de seu pai em Belém.
Chegava-se, pois, o filisteu pela manhã e à tarde; e apresentou-se por quarenta dias. 1 Samuel 17,15-16

Para Davi, a manhã era única. Ele levantou-se, excitado pelo fato de ter de fazer uma viagem a fim de visitar seus irmãos no campo de batalha. A viagem à tenda de Saul colocava Davi em duplo perigo. O segredo que Samuel trouxera à casa de Jessé não poderia ser guardado por muito tempo. Teria alcançado os ouvidos de Saul armado de violento ciúmes.
Mas Deus planejava usar a ingenuidade de Davi.
Posições de batalha. O estágio estava marcado: "um homem guerreiro, cujo nome era Golias..." (I Samuel 17:4). As tropas naqueles dias eram constituídas normalmente por rapazes do campo e pastores recrutados em fileiras, após alguns profissionais militares. Golias era um "representante" anormalmente grande. Nenhum soldado de Israel poderia suplantá-lo.
Davi chegou ao cenário. Durante seis semanas ambos lados haviam ocupado as laterais do vale, ao longo do vale, vangloriando-se de como ofereceriam as carcaças dos soldados inimigos aos animais.Os filisteus controlavam o ferro. Era deles a armadura boa. Eles controlavam as planícies. Os israelitas, usavam apenas algumas espadas e não dirigiam carruagens.
A reação intensa de Davi. Davi estava tão admirado quanto espantado. O rei Saul oferecera enormes incentivos para quem quisesse lutar contra Golias (v.25). Saul não teve ação. Porque estava ele tentando arranjar alguém que enfrentasse Golias? O próprio Saul era o desafiador lógico. A não ser Golias, Saul era o soldado mais alto na batalha!
Para Davi, o confronto simbolizava a luta entre Deus e os ídolos. Ele não podia tolerar essa afronta ao Deus Todo-Poderoso. Na solidão, quando Davi lutava contra a adversidade sozinho, Deus se tornara a audiência central de sua vida e assim permaneceu para sempre. Davi era homem que, até o fim, lutaria com todas as suas forças para colocar Deus em primeiro lugar na vida de seu povo. Davi não poderia suportar ver o nome do Senhor falado como se fosse uma interjeição pagã. Saul censurava a Davi: "Tu és apenas um menino".
Davi diz, "O Senhor me livrou ... do leão e urso; ele me livrará das mãos deste filisteu"(I Samuel 17:37). A resposta de Saul era loquaz e repreensível: "Vai, e o Senhor seja contigo". Se te tanta confiança de que Deus irá com Davi, por que não se apressa a Deus e vai você mesmo, Saul? "O Senhor seja contigo". Será verdade?
A "ajuda" de Saul. Saul oferece a Davi seu equipamento. Sabendo que Davi não usaria um equipamento bem maior, Saul pensou: "Este é um meio limpo de eliminar um menino que me ameaça no trono. Saul à semelhança de muitos de nós que repetidamente tentamos nossos métodos de fazer boas coisas, somente para descobrir que nossos métodos não funcionam. Assim, quando alguém se aproxima disposto a tentar um método novo, emprestamos a tal pessoa nossos velhos métodos?
Davi nem sabia como vesti-la corretamente. Finalmente, ele disse: "Deixe-me usar meu próprio equipamento"(v.39). Assim o drama se desenrolou. Davi caminhou até o riacho, agachou-se e escolheu cinco pedras boas e as colocou em sua bolsa. Golias nunca soube o que o atingira. Davi conhecia os fatos aterrorizantes, ele conhecia seu adversário. Davi protegido por uma mera atitude positiva? Davi enfrentou Golias com genuína coragem, mas baseou-se em três realidades:
Davi. Ele havia sido treinado em coragem. Ele não tivera treinamento militar, mas esta não fora a primeira vez que sua mão havia agitado uma funda. Nem era a primeira vez que Davi enfrenta um oponente terrível. Davi fez seu trabalho especial no curral, preparando-se para este momento no campo. Golias não era tão perigoso quanto ursos e leões.
Os ursos são criaturas temíveis. Até caçadores experimentados ficam de cabelo em pé quando subitamente se vêem frente a frente com um temível urso preto. Leão são terríveis. Se eu tivesse a chance de enfrentar um homem de 2,5 metros, de mão vazias, ou encarar um leão ou um urso, também sem nada nas mãos, eu escolheria o homem, sem dúvida.

Davi conhecia suas ferramentas. Ele confiava em seu equipamento. Formado em parte por sua habilidade natural. "... Ele era ruivo, de belos olhos e boa aparência ... [ele] sabe tocar e é forte e valente, homem de guerra, sisudo em palavras e de boa aparência; e o Senhor é com ele." (I Samuel 16:12,18). O pequeno pastor não era um choramingas meloso. Confiava também sua arma - ele carregava uma funda. Nunca subestime uma funda. Sua arma era móvel, uma vantagem decisiva sobre a pesada e complicada parafernália de Golias. Em contraste com os ornamentos de Golias, a funda pesava apenas algumas gramas.

Até hoje, alguns campeões da funda no meio oriental podem matar um pombo em pleno vôo. Não admira que a pedra de Davi tenha perfurado o elmo de Golias e atingido a testa do gigante. Por isso, Golias não representou um perigo, armado com seu atarracado desajeitado equipamento de luta, enquanto Davi estava armado com o equivalente antigo de um rifle de alto poder e precisão. Frequentemente, um cristão desenvolve uma arma para a luta espiritual, e então tentará vender para outro irmão. Tome uma lição de Davi, o homem que usou sua própria arma.

Treinamento e as ferramentas não eram tudo na coragem de Davi. Muitos outros soldados carregavam fundas para o vale de Elá, mas ninguém as tinha usado porque todos tinham falta de confiança em Deus. Treinamento. Ferramentas. Confiança. Estas qualidades foram usadas com coragem, por Davi. Seu coração estava fixo em Deus.

"O Senhor me livrou ... do leão e urso; ele me livrará das mãos deste filisteu"(I Samuel 17:37).

A ti Senhor, elevo a minha alma.
Deus meu, em ti confio,
Não seja eu envergonhado, nem exultem sobre mim meus inimigos.
(Salmo 25:1-2)

Efeitos negativos do pessimismo. Uma das atitudes mais impiedosas é o pessimismo. "Isso não pode ser feito". Assim, as pessoas pecam. E as igrejas também pecam. Se você é um cristão vibrante, você acredita no poder de Deus para mudar este mundo. Mudança e o nome do jogo. A confiança de Davi estava no Senhor. Davi confiava num "Deus que fez o mundo e tudo que nele existe ... não habita em santuários feitos por mãos humanas ... pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais" (Atos 17:24-25). Deus está em Seu trabalho, está em nossos corpos. Armado com essa confiança, Davi saiu e, ao atirar uma pedra pequena, encontrada num riacho no vale do Elá, ele mudou a história do mundo.
Nossa fé precisa estar em Deus e não na religião.
Quantos milagres ouço pessoas dizerem,mas nem sempre são das mesmas religiões. Isso não é importante, o importante é a FÉ QUE TEMOS EM DEUS E NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, não importando se é igreja X ou Y.
Jesus ,quando quer usar alguém para salvar alguém ou curar,em nome dEle, não escolhe pessoas importantes,ricas e bem dotadas. Temos o exemplo de Davi, um humilde pastor de ovelhas, que Deus usou para derrubar um gigante.
Não somente o ato de Davi foi corajoso, ele também foi contagiante. o gigante caiu. Os exércitos filisteus correram pela estrada de Saaraim. O ímpeto do inimigo mudou. Será que você pode ouvir Israel gritando: "Eu também quero matar um gigante!". A coragem é sempre contagiante. Alguns confiam em equipamento; outros confiam em personalidades, prédios, computadores, dinheiro - como se o trabalho de Deus não pudesse ser feito sem eles. Alguns confiam em sua experiência para fazer a vontade de Deus no mundo, ou na tradição, na educação ou nas credenciais. Davi claramente era inexperiente; sua coragem não provinha da experiência.
Alguns construíram ministérios sem calcular o custo, crendo que, desde que decidiram que seu projeto é de Deus, eles podem, pela fé, obrigar Deus a financiá-los. Ferramentas e treinamento sem confiança é igual ao orgulho. Por outro lado, ferramentas, treinamento e confiança combinam-se para produzir a coragem contagiante; eles nos ajudam a encontrar ânimo para continuar.

"QUANDO VOCÊ ENFRENTA UM DESAFIO FABULOSO E PRECISA DE CORAGEM, LEMBRE-SE: SUA CONFIANÇA PODE ESTAR BASEADA NUM EQUÍLIBRIO BEM DESENVOLVIDO DE TREINAMENTO, FERRAMENTAS E CONFIANÇA EM DEUS."

Confiar em Deus é colocar nas mãos dEle todos os ‘ gigantes ‘ que te atormentam e deixar que Ele resolva da melhor forma possível, no tempo dEle. Da maneira dEle,não como nós queremos. Pois, nem sempre o que queremos é bom para nós e Deus sempre quer o melhor para seus filhos.
Qual é o gigante que você tem enfrentado?
Doença?Dívidas?Brigas na família?
Saiba que , nenhum desses gigantes é maior do que Deus.
Para Deus nada é impossível. Nada é impossível aquele que crê.
Faça o possível e o impossível, Deus fará em sua vida.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Salomão, o homem mais rico que já existiu


Embora a Bíblia seja citada a todo instante, a sabedoria contida nela é pouco conhecida pela maioria das pessoas. Consciente da riqueza de conselhos que ela encerra, Steven K. Scott, escritor e palestrante na área de realização pessoal e profissional, apresenta em "Salomão, o homem mais rico que já existiu" (Editora Sextante, 173 páginas) valiosos princípios de vida retirados da história de Salomão.
Nascido por volta de 974 a.C., Salomão foi coroado rei de Israel com apenas 12 anos de idade. Segundo o Antigo Testamento, Deus apareceu para ele e ofereceu lhe dar o que quisesse, mas o jovem pediu apenas sabedoria para governar seu povo. Fascinado com tamanha humildade, Deus o transformou no homem mais rico, sábio e vitorioso de todos os tempos.
Salomão agia de acordo com determinadas regras de conduta que foram registradas no Livro dos Provérbios e que devem ser seguidas por aqueles que desejam construir uma vida feliz, íntegra e bem-sucedida. Conheça alguns desses ensinamentos contidos no livro de Steven Scott:
- Para construir uma felicidade duradoura, é preciso desenvolver um coração grato, destruir as sementes da ganância e da inveja e viver com sabedoria;
- O sucesso depende de visão (ter clareza de seus desejos e um plano detalhado para concretizá-los) e esperança (estar seguro de que suas metas serão alcançadas);
- Para obter resultado extraordinário, é necessário agir com dedicação, meticulosidade e honestidade;
- Devemos ter atenção com as palavras que usamos e com nossa capacidade de ouvir e persuadir os outros, pois nossos relacionamentos e negócios dependem muito disso; e
- Precisamos de parceiros com quem possamos compartilhar nossas idéias e que ofereçam conselhos e críticas sempre que necessários.




Livro para baixar:


http://www.slideshare.net/AllanDonnola/salomo-o-homem-mais-rico-que-j-existiu-steven-k-scott

Jesus, o maior Psicólogo que já existiu

Para quem tiver interesse em ler este livro, maravilhoso.


http://www.interacaovirtual.com.br/livrosnv/Jesus%20-%20O%20Maior%20Psic%C3%B3logo%20que%20j%C3%A1%20existiu.pdf

Deus nos ama


Um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e
de molhar somente o dedão do pé antes de qualquer mergulho. Alguem
intrigado com aquele comportamento, lhe perguntou qual a razão daquele hábito.
O nadador sorriu respondeu: Há alguns anos eu era um professor de natação.
Eu os ensinava a nadar e a saltar do trampolim.
Certa noite, eu não conseguia dormir, e fui até a piscina para nadar um pouco.
Não acendi a luz, pois a lua brilhava através do teto de vidro do clube. Quando eu estava no trampolim, vi minha sombra na parede da frente.
Com os braços abertos, minha imagem formava uma magnífica cruz.
Em vez de saltar, fiquei ali parado, contemplando minha imagem.
Nesse momento pensei na cruz de Jesus Cristo e em seu significado.
Eu não era um cristão, mas quando criança aprendi que Jesus tinha morrido na cruz para nos salvar pelo seu precioso sangue.
Naquele momento as palavras daquele ensinamento me vieram a
mente e me fizeram recordar do que eu havia aprendido sobre a morte
de Jesus.
Não sei quanto tempo fiquei ali parado com os braços estendidos.
Finalmente desci do trampolim e fui até a escada para mergulhar na água. Desci a escada e meus pés tocaram o piso duro e liso do fundo da piscina.
Haviam esvaziado a piscina e eu não tinha percebido.Tremi todo, e senti um calafrio na espinha.
Se eu tivesse saltado seria meu último salto. Naquela noite a imagem da cruz na parede salvou a minha vida.
Fiquei tão agradecido a Deus, que ajoelhei na beira da piscina, confessei os meus pecados e me entreguei a Ele, consciente de que foi exatamente em uma cruz que Jesus morreu para me salvar.
Naquela noite fui salvo duas vezes e, para nunca mais me esquecer, sempre que vou até piscina molho o dedão do pé antes.

Deus tem um plano na vida de cada um de nós e não adianta querermos apressar, ou retardar as coisas, pois, tudo acontecerá no seu devido tempo e esse tempo é o tempo Dele e não o nosso...
As pessoas tem o costume de ser precipitado e não esperam a oportunidade certa.
Fazem as coisas sem pedir orientação a Jesus ou alguém que tem mais experiência.
Não ouvem conselhos e acabam numa pior.
Conheço pessoas que 'se afundaram' por não aceitar opiniões, achando que por ele mesmo se bastava. Achava que ninguém tinha o direito de se intrometer na vida dele, nem esposa,marido,filhos e acabou a vida só,sem amigos e sem família.
Temos que ter fé, como o Pe Damásio disse em suas orações...a fé é a melhor coisa que podemos ter na vida. Com fé ,podemos ter tudo que quisermos, se for da vontade de Deus.
Mas ter fé, é também confiar,sabendo que tudo será resolvido, mas no tempo de Deus.
É assinar uma folha em branco e entregar a Jesus, com muita esperança de que nada para Deus é impossível, se crermos, tiver confiança.
sabendo que, Deus nunca nos abandona,mas nós é que O abandonamos. Mas mesmo assim, Ele perdoa as nossas fraquesas.


Deus nos ama, incondicionalmente....

Porque DEUS amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16 ...