Loading...

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Pensamento de um surdo


Pensamento de um surdo
Relato de um intérprete





Há tanta coisa que queria dizer, há tanta coisa que queria saber, mas é tão difícil entender! Como gostaria de poder explicar o que eu sinto, desabafar e você entender, mas gostaria de fazer tudo isso de um modo mais fácil, não com as mãos para me ajudarem, fazendo assim ó...não é fácil.


Às vezes faço isso em sua frente e você nem percebe, será que é tão difícil assim para você? Afinal, você é perfeito, sabe tudo, você é maravilhoso! Você tem tudo o que eu gostaria de ter... Eu vivo na escuridão, pesadelo, no mundo dos sonhos e das ilusões. Falo até pelo silêncio!


Sabia que seu mundo é colorido e você nem percebe? Sabe por quê? Porque você não dá valor ao que tem. Se você vivesse num abismo como eu, sentiria isso varia o que tem, reclamar da vida, dizer sofre, que não é feliz! Se você acha que não é feliz, troque comigo, pois um só momento de sua vidam um segundo, será uma eternidade para mim.

Quer saber quem sou eu? O que sinto, e o que penso? É fácil, viva em ilusões, imagine coisas que você ache que ninguém poderia imaginar. Sabe quando você sonha com nada? Quando é só escuro? Quando não tem som algum?!! Eu sou assim todo dia.


Quer sentir o que sentir? É só lembrar dos momentos de sua vida que mais sofreu, aquela que achava que o mundo iria acabar, que não conseguiria viver... lembrou-se? Dói muito não é? Só que essa dor que sentiu, eu sinto todos os dias. Meu dia é igual: sofrimento! E por mais que você tente, não consegue entender.


Por favor, nunca pergunte quem sou eu, espere-me falar, só pergunte de meus sentimentos, tá? E nunca fale de sua vida para mim, pois poderei traí-lo. Eu sei que é difícil para você me entender, mas é porque quero ser igual a você, me sentir útil, e quando você não vê isso, aí eu uso as armas que você me deu sem perceber.


Tenho medo de falar isso a você, pois acho que irá me abandonar. Afinal tudo que me ensinou sem antes me conhecer foi inútil! Por isso comece desde já, procure me entender, mesmo que eu pise em você, continue, pois isso fará parte do desafio. Me ensine as coisas que para você são banais, que isso trará muita felicidade.




Esta carta, eu ofereço a todos, ouvintes e surdo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário