Loading...

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Uma menina que só quer estudar

"Eu não me importo se eu tiver que me sentar no chão da escola.
Tudo o que eu quero é educação. E eu não tenho medo de nada"


Malala Yousafzai foi baleada por fazer críticas ao Talebã no Paquistão
A adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, que foi baleada na cabeça pelo Talebã por fazer críticas ao movimento insurgente em seu blog, receberá tratamento médico na Grã-Bretanha.
Após tomar um tiro na cabeça, a menina foi submetida a uma cirurgia no hospital militar da cidade de Rawalpindi e seu estado de saúde é grave, apesar de estável.
Essa menina, de apenas 14 anos,que levou um tiro, apenas quer estudar e por fazer críticas, sofreu um atentado.
No Talebã, é proibido meninas estudarem.
Quem me dera se muitos alunos se interessassem em estudar?
Quantos alunos tem a oportunidade de estudar, mas não se importam, não dão valor, só vão para a escola para brincar, passar o tempo, desrespeitam colegas de classe, funcionários e professores.Destroem a escola, livros e cadernos que são entregues, no começo do ano.
Hoje, 15 de outubro, Dia do Professor, não temos muito o que comemorar.
Queremos, mais do que um salário digno,mas condiçoes dignas de trabalho e que não só o governo, mas pais e alunos possam apoiar os professores.
Que os pais entendam, que a função da escola é ensinar, educação, cabe aos pais.
Escola não é um depósito de crianças que não têm o que fazer em casa,porque os pais precisam trabalhar e não podem ficar com seus filhos.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário