Loading...

sábado, 29 de junho de 2013

Mais um ano em minha vida


Deus tem feito tantos milagres em minha vida e da minha família, que não dá para enumerar.
Só tenho a agradecer, mesmo as dificuldades,porque são através dela que consegui ser o que sou.
Consegui vencer as dificuldades,com JESUS SEMPRE AO MEU LADO, EM TODOS OS DIAS DE MINHA VIDA.
SOU E ESTOU FELIZ POR DEUS TER ME DADO UM FILHO MARAVILHOSO,UM ÓTIMO MARIDO,POR MINHA MÃEZINHA ESTAR MAIS PRÓXIMA A MIM E POR EU TER AMIGOS SINCEROS.
E ,PRINCIPALMENTE,POR EU SERVIR  A DEUS!!
E LOUVA-LO CADA VEZ MAIS!!




Sorrir dá mais saúde!!





O que o stress faz com o seu corpo


terça-feira, 11 de junho de 2013

Síndrome de Burnout

 
 

Burnout: síndrome afeta mais de 15% dos docentes

 
Exaustão emocional, baixa realização profissional, sensação de perda de energia, de fracasso profissional e de esgotamento. Estes são os principais sintomas de pessoas que sofrem da síndrome de Burnout. A pessoa é consumida física e emocionalmente pelo próprio objeto de trabalho. Daí o termo burnout - do inglês burn (queima) e out (para fora, até o fim). A doença acomete profissionais de várias áreas, mas seu diagnóstico é mais freqüente em profissões com altas demandas emocionais e que exigem interações intensas, como é o caso, por exemplo, dos professores e dos profissionais de saúde.
Uma pesquisa realizada pela psicóloga Nádia Maria Beserra Leite, da Universidade de Brasília (UNB), com mais de oito mil professores da educação básica da rede pública na região Centro-Oeste do Brasil revelou que 15,7% dos entrevistados apresentam a síndrome de Burnout, que reflete intenso sofrimento causado por estresse laboral crônico. “A enfermidade acomete principalmente profissionais idealistas e com altas expectativas em relação aos resultados do seu trabalho. Na impossibilidade de alcançá-los, acabam decepcionados consigo mesmos e com a carreira”, explicou.
De acordo com Nádia, obter 15,7% num universo de oito mil não é desprezível. Caso o índice seja o mesmo em todo o país, por exemplo, então mais de 300 mil professores brasileiros convivem com a síndrome, isso somente no ensino básico. Entre outras conseqüências, tal cenário levaria a um sério comprometimento na educação de milhões de alunos.
Os dados foram revelados por meio de um questionário aplicado no Sistema de Avaliação da Educação Básica, em 2003, mas somente analisado em 2007. O questionário permite identificar a incidência dos três sintomas que caracterizam a síndrome: exaustão emocional, baixa realização profissional e despersonalização. Com relação ao primeiro sintoma, 29,8% dos professores pesquisados apresentaram exaustão emocional em nível considerado crítico. Quanto à baixa realização profissional, a incidência foi de 31,2%, enquanto 14% evidenciaram altos níveis de despersonalização.
Em entrevista ao Jornal do Professor, a psicóloga explica como os professores podem identificar a síndrome e o que devem fazer para tratá-la.
1. O que é a síndrome de Burnout? Como ela se diferencia do estresse?
Burnout é um estado de sofrimento que acomete o trabalhador quando este sente que já não consegue fazer frente aos estressores presentes no seu cotidiano de trabalho. Diferentemente do estresse, que se caracteriza pela luta do organismo no sentido de recobrar o equilíbrio físico e mental, a síndrome de Burnout compreende a desistência dessa luta. Por isso se diz que Burnout é a síndrome da desistência simbólica, pois embora não se ausente fisicamente do seu trabalho, o profissional não consegue se envolver emocionalmente com o que faz.
2. O que leva o professor a desenvolver a síndrome?
Burnout é resultado de longa exposição aos estressores laborais crônicos, sendo mais freqüente em profissões com altas demandas emocionais e que exigem interações intensas, como é o caso, por exemplo, dos professores e dos profissionais de saúde. No caso dos profissionais de saúde, as demandas emocionais estão ligadas à compaixão, à onipotência de poder salvar vidas e à impotência por perdê-las. Já no caso do professor, as demandas são de outra natureza; estão relacionadas ao cuidado, à possibilidade ou não de se estabelecer um vínculo afetivo com o aluno que favoreça o processo de aprendizagem e permita ao professor realizar um bom trabalho.
Essas demandas emocionais, no caso do docente, são inerentes a sua profissão, podendo ser agravadas, por exemplo, por políticas educacionais que aumentem a sobrecarga de trabalho sem a devida contrapartida, ou por condições inadequadas de trabalho, ou pela presença de alunos particularmente difíceis (alunos violentos, com grande déficit de aprendizagem) ou ainda pelo sentimento de injustiça, de não reconhecimento do seu esforço e da importância do seu papel na sociedade.
3. Quais são os principais sintomas dessa síndrome?
Os principais sintomas de Burnout são exaustão emocional, despersonalização e sentimento de baixa realização profissional. A exaustão emocional é uma sensação de perda de energia, de esgotamento, quando o profissional comumente relata que, embora querendo, já não consegue mais se envolver emocionalmente com o seu trabalho. Em decorrência dessa exaustão surgem dois mecanismos reativos, a despersonalização, que é o desenvolvimento de atitudes negativas em relação às pessoas destinatárias do trabalho (cliente, usuário) e o sentimento de baixa realização profissional, ou seja, uma sensação de fracasso profissional, de ineficácia.
4. Quais cuidados os professores podem tomar para evitar a síndrome?
Em tese, qualquer movimento no sentido de reduzir a vulnerabilidade do professor aos estressores do seu cotidiano, particularmente aqueles relacionados com as demandas emocionais, seria uma medida preventiva no sentido de minimizar as possibilidades de o indivíduo vir a desenvolver Burnout. Dessa forma, aplicam-se à prevenção de Burnout, todas as estratégias voltadas para ajudar o indivíduo a lidar com o estresse. Por isso, o apoio dos pares e da direção da organização é tão importante. A direção da escola tem papel fundamental no sentido de minimizar problemas estruturais como, por exemplo, condições de trabalho inadequadas. Com relação aos colegas, a troca de vivências e de problemas comuns favorece a reorganização cognitiva no sentido de o trabalhador rever suas expectativas e encontrar formas possíveis de lidar com suas frustrações, e ideais inalcançáveis.
5. Como os professores podem saber se estão com a síndrome ou não? Tem algum exame específico? Eles devem procurar um psicólogo?
O diagnóstico de Burnout pode ser feito por exame clínico, com profissional da área de saúde (médico, psicólogo) que efetivamente conheça os sintomas da síndrome, e por meio de instrumentos psicológicos elaborados especificamente para fazer essa avaliação. É importante que em ambos os casos a avaliação seja feita por profissional com formação adequada em relação ao fenômeno específico. Entretanto, é admissível que o próprio professor, ao tomar conhecimento dos sintomas de Burnout, identifique com razoável precisão que está vivendo esse processo. Nesse caso, é recomendável que ele busque ajuda psicológica.
6. Uma vez constatada a síndrome, o que os professores podem fazer para melhorar?
É altamente desejável que o profissional com Burnout tenha acesso a atendimento especializado, tanto médico quanto psicológico. Além disso, a participação da direção da organização e dos colegas pode ajudar muito, tanto na prevenção quanto na recuperação. Nos profissionais de saúde, medidas interessantes já vêm ocorrendo: profissionais que trabalham, por exemplo, em UTIs, prontos socorros e áreas mais críticas, por iniciativa própria ou por sugestão da instituição onde trabalham, fazem reuniões periódicas (grupos de reflexão) em que discutem suas angústias, suas limitações, buscam alternativas possíveis para os problemas e se preparam psicologicamente para se alegrar com o sucesso (mesmo que em pequena proporção) como forma de fazer frente ao insucesso freqüente. Meu estudo demonstrou que esse suporte social no trabalho é um grande aliado na redução dos níveis de Burnout.
 
 

domingo, 9 de junho de 2013

Os 7 Pai Nosso de Santa Brígida

Os 7 Pai Nosso de Santa Brígida


Em honra do Sangue de Jesus

 O divino Salvador revelou a Santa Brígida a seguinte promessa:

 "Sabei que darei 5 graças àqueles que, durante 12 anos, rezarem sete Pai Nossos e Ave Marias em honra do meu precioso Sangue: 

1º) Não terão que passar pelo purgatório.
2º) Aceitá-los-ei no Coro dos Mártires como se tivessem derramado seu sangue pela fé.
3º) Conservarei 3 almas de seus parentes na graça santificante conforme sua escolha. 
4º) As almas dos seus parentes até o 4º. grau escaparão do inferno. 
5º) Um mês antes de sua morte ser-lhes-á dado conhecimento dela.
Se por acaso morrerem antes dos 12 anos completos, irei julgar como se fossem as condições cumpridas."


Recomenda-se acrescentar aos 7 Pai Nossos e 7 Ave Marias as orações seguintes: 

O livro das revelações de Santa Brígida 

AS ORAÇÕES:

Sinal da Cruz - Oração: Vinde ESPÍRITO SANTO...!

1ª Mistério: Circuncisão de Jesus

PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, eu vos ofereço as primeiras chagas, as primeiras dores, e a primeira evasão do preciosíssimo Sangue derramado por JESUS, para expiar os pecados da humanidade, especialmente da juventude, os meus, e para a renúncia aos primeiros pecados, especialmente os mortais, sobretudo da minha família.
Amém.

Pai nosso ... Ave Maria...  

2ª Mistério: O Suor de Sangue

PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, eu vos ofereço as dores atrozes do Coração de JESUS no jardim das Oliveiras, e cada gota de Sangue, para expiar todos os pecados do coração de cada pessoa, os meus, para a renúncia  a tais pecados e para que aumente o amor a DEUS e ao próximo.
Amém.

Pai nosso ... Ave Maria...  

3ª Mistério: Flagelação de Jesus

PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, eu vos ofereço todas as chagas, as dores cruéis, e o Preciosíssimo Sangue de JESUS na flagelação, por todos os pecados da carne, da humanidade, pelos meus, para a renúncia a tais pecados e para a aquisição e conservação da pureza, em especial da minha família.
Amém.

Pai nosso ... Ave Maria...  

4ª Mistério: Coroação de Espinhos


PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, eu vos ofereço as chagas, as dores, e o Preciosíssimo Sangue da Sagrada Cabeça de JESUS na coroação de espinhos, para expiar todos os pecados dos pensamentos, da humanidade, os meus, para a renúncia a todos os pecados, e para a extensão do Reino de CRISTO sobre a terra.
Amém.
Pai nosso ... Ave Maria...  

5ª Mistério: Caminho da Cruz

PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, eu vos ofereço as dores de JESUS no caminho do calvário, sobretudo na sua santa chaga do ombro, ofereço também o seu preciosíssimo Sangue, para aliviar o peso da Cruz, para reparar os meus murmúrios, para a renúncia a todos os pecados cometidos, e para que haja um verdadeiro amor á Santa Cruz.
Amém.
Pai nosso ... Ave Maria...  

6ª Mistério: Crucificação de Jesus

PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, eu vos ofereço o vosso Unigênito FILHO cravado na Cruz, as chagas das mãos e dos pés, e os fios de seu Preciosíssimo Sangue derramado por nós, seu extremo aniquilamento, a sua perfeita obediência, e todas as aflições mortais de seu Corpo e Alma.
Ofereço-vos a sua preciosa Morte na Cruz que se renova constantemente em cada Santa Missa no Mundo inteiro, para expiar os atentados aos votos e às santas instituições, em reparação dos meus pecados e dos pecados do Mundo inteiro, pelos doentes  e moribundos, para obter santos sacerdotes e leigos, pelas intenções do Papa, pela restauração da família cristã, para fortificar e encorajar  a Fé, pela nossa Pátria, pela unidade de todos os povos em CRISTO e na vossa Igreja, assim como por todos os Países onde os cristãos estão em minoria.
Amém.
Pai nosso ... Ave Maria...  

7ª Mistério: Abertura do Santo Lado

PAI de Nosso Senhor JESUS CRISTO, pelas mãos imaculadas de Maria, aceitai os preciosíssimo dons da Água e do Sangue, que jorraram da chaga do Divino Coração de JESUS, pelas necessidades da Igreja e em expiação dos pecados da humanidade. 
Sangue propulsado pelo Sacratíssimo Coração de JESUS, lavai-me e purificai-me de todos os meus pecados.
Água do Lado de CRISTO, lavai-me e purificai-me de meus primeiros pecados, e salvai-me como a todas as almas das chamas do Purgatório.
Amém.
Pai nosso ... Ave Maria...  

ORAÇÃO FINAL:

Ó doce JESUS, vulnerai o meu coração, afim de que lágrimas de arrependimento, de compunção e de amor, noite e dia me sirvam de alimento.
Convertei-me inteiramente a Vós. 
Que o meu coração Vos sirva de perpétua habitação; Que a minha conduta vos seja agradável e que o fim da minha vida seja de tal modo edificante que eu possa ser admitido no Vosso Paraíso, onde, com os vossos Santos, hei de vos louvar para sempre. 
Assim seja!
Amém.

Consagração a Nossa Senhora

Ó Santa Mãe Dolorosa de DEUS, ó Virgem Dulcíssima, eu Vos ofereço o meu coração afim de que o conserveis intacto como o Vosso Coração Imaculado.
Eu Vos ofereço a minha inteligência, para que ela conceba apenas pensamentos de paz e de bondade, de pureza e verdade.
Eu Vos ofereço a minha vontade, para que ela se mantenha viva e generosa ao serviço de DEUS.
Eu vos ofereço meu trabalho, minhas dores, meus sofrimentos, minhas angústias, minhas tribulações e minhas lágrimas, no meu presente e meu futuro, para serem apresentadas por Vós ao Vosso Divino FILHO, para purificação da minha vida.
Mãe Compassiva, eu me refugio em Vosso Coração Imaculado, para acalmar as dolorosas palpitações de minhas tentações, de minha aridez, de minha indiferença e das minha negligencias. 
Escutai-me ó Mãe, guiai-me, sustentai-me e defendei-me, contra todos os perigos da alma e do corpo, agora e por toda a eternidade.
Assim seja!
Amém.


Fonte: http://www.salverainha.com.br/sta_brigida_2.html

sábado, 8 de junho de 2013

As Quinze Orações de Santa Brigida



Jesus prometeu grandes graças àqueles que recitarem diariamente estas quinze orações durante um ano,em honra de suas chagas:

1.      "Conseguirá livrar do purgatório 15 almas de sua família; 15 justos, também de sua linhagem, serão conservados em graça e 15 pecadores da sua família serão convertidos"
2.      "15 dias antes de sua morte, ela experimentará uma profunda contrição de todos os seus pecados e um perfeito conhecimento deles. Diante dela Eu colocarei o sinal de minha cruz vitoriosa como socorro e defesa contra os embustes de seus inimigos. Antes da sua morte, Eu virei em companhia de Minha muito cara e bem amada Mãe, para receber benignamente a sua alma e conduzi-la às alegrias eternas"
3.      "Aquele que disser essas Orações pode estar seguro de ser associado ao supremo coro dos Anjos e todo aquele que as ensinar a alguém, terá assegurado para sempre sua felicidade e seus méritos"
4.      "No lugar onde se encontrarem e onde forem recitadas estas orações, Deus aí estará também presente com a Sua Graça."

  

Todos esses privilégios forma prometidos à Santa Brígida por Nosso Senhor Crucificado com a condição de que as citadas orações fossem recitadas diariamente. São igualmente prometidos a todos quantos recitarem devotamente, durante um ano inteiro.
Deve-se evitar omitir as orações um dia. Mas se houver um impedimento sério que as orações de modo nenhum possam ser rezadas, não se perdem as graças ligadas nelas, quando as 5.480 orações forem rezadas durante o ano. Devem ser rezadas com muita devoção, pensando naquilo que se reza. Poderão ser rezadas ao fazer a Via Sacra.
Principal dúvida com relação a recitação das orações propostas por Santa Brígida.

Pergunta: É necessário recitá-las todos os dias, sem interrupção?
Resposta: Faltar o menos possível. Todavia, se por motivo sério, nos vemos forçados a omiti-las, nem por isso ficamos privados dos privilégios que lhes são inerentes, desde que recitemos 365 vezes no ano. Devemos recitá-las com devoção, esforçando-nos por penetrar no sentido das palavras que vamos pronunciando.
As quinze orações (ensinadas por Jesus a Santa Brígida - recitá-la diariamente, durante um ano.

As Quinze Orações

PRIMEIRA ORAÇÃO:  

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus Cristo, doçura eterna para aqueles que vos amam, alegria que ultrapassa toda a alegria e todo o desejo, esperança de salvação dos pecadores, que declarastes não terdes maior contentamento do que estar entre os homens, até ao ponto de assumir nossa natureza, na plenitude dos tempos, por amor deles, lembrai-vos dos sofrimentos, desde o primeiro instante de Vossa Conceição e sobretudo, durante a Vossa Santa Paixão, assim como havia sido decretado e estabelecido desde toda a eternidade na mente divina. Lembrai-vos, Senhor, que, celebrando a Ceia com Vossos discípulos, depois de lhes haverdes lavado os pés, deste-lhes o Vosso Sagrado Corpo e Precioso Sangue, e consolando-os docemente, lhes predissestes vossa Paixão iminente. Lembrai-vos da tristeza e da amargura que experimentastes em Vossa alma, como o testemunhastes, Vós mesmo, por estas palavras: "Minha alma está triste até a morte". Lembrai-vos, Senhor, dos temores, angústias e dores, que suportastes em vosso corpo delicado antes do suplício da cruz, quando, depois de ter rezado por três vezes, derramando um suor de sangue, fostes traído por Judas, vosso discípulo, preso pela nação que escolhestes, acusado por testemunhas falsas, injustamente julgado por três juízes, na flor da vossa juventude e no tempo solene da Páscoa. Lembrai-vos que fostes despojado das vossas próprias vestes e revestido das vestes da irrisão; que vos velaram os olhos e a face, que vos deram bofetadas, que vos coroaram de espinhos, que vos puseram uma cana na mão e que, atado a uma coluna, fostes despedaçado por golpes e acabrunhado de afrontas e ultrajes. Em memória dessas penas e dores que suportastes antes da vossa Paixão sobre a cruz, concedei-me, antes da morte, uma verdadeira contrição, a oportunidade de me confessar com pureza de intenção e sinceridade absoluta, uma adequada satisfação e a remissão de todos os meus pecados. Assim Seja.



SEGUNDA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, verdadeira liberdade dos Anjos, paraíso de delícias, lembrai-vos do peso acabrunhador de tristeza que suportastes, quando vossos inimigos, quais leões furiosos vos cercaram, e por meio de mil injúrias, escarros, bofetadas, arranhões e outros inauditos suplícios, vos atormentaram à porfia. Em consideração desses insultos e desses tormentos, eu vos suplico, ó meu Salvador, que vos digneis libertar-me dos meus inimigos visíveis e invisíveis e fazer-me chegar, com vosso auxílio, à perfeição da salvação eterna. Assim Seja.


TERCEIRA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, Criador do Céu e da Terra, a quem coisa alguma pode conter ou limitar, Vós que tudo abarcais e tendes tudo sob vosso poder, lembrai-vos da dor, repleta de amargura, que experimentastes quando os soldados, pregando na cruz vossas sagradas mãos e vossos Pés tão delicados, transpassaram-nos com grandes e rombudos cravos, e não vos encontrando no estado que teriam desejado para dar largas à sua cólera, dilataram vossas Chagas, exacerbando assim as vossas dores. Depois por uma crueldade inaudita, vos estenderam sobre a cruz e vos viraram de todos os lados, deslocando, assim, os vossos membros. Eu vos conjuro, pela lembrança desta dor que suportastes na cruz com tanta santidade e mansidão, que vos digneis conceder-me o vosso temor e o vosso amor. Assim Seja.


QUARTA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, médico celeste, que fostes elevado na cruz a fim de curar nossas chagas por meio das vossas, lembrai-vos do abatimento em vos encontrastes e das contusões que vos infligiram em vossos sagrados membros, dos quais, nenhum permaneceu em seu lugar, de tal modo que dor alguma poderia ser comparada à vossa. Da planta dos pés até o alto da cabeça nenhuma parte do vosso corpo esteve isenta de tormentos; e, entretanto, esquecido de vossos sofrimentos, não vos cansastes de suplicar a vosso Pai pelos inimigos que vos cercavam, dizendo-lhes: "Pai, perdoai-lhes, porque não sabem o que fazem". Por essa grande misericórdia, e em memória desta dor, fazei com que a lembrança de vossa Paixão, tão impregnada de amargura, opere em mim uma perfeita contrição e a remissão de todos os meus pecados. Assim Seja.


QUINTA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, espelho do esplendor eterno, lembrai-vos da tristeza que sentistes, quando, contemplando à luz da vossa divindade a predestinação daqueles que deveriam ser salvos pelos méritos da vossa santa Paixão, contemplastes, ao mesmo tempo, a multidão dos réprobos que deviam ser condenados por causa de seus pecados e lastimastes amargamente a sorte desses infelizes pecadores, perdidos e desesperados. Por esse abismo de compaixão e de piedade e, principalmente, pela bondade que manifestastes ao bom ladrão, dizendo-lhe: "Hoje estarás comigo no Paraíso", eu vos suplico, ó doce Jesus, que na hora da minha morte, useis de misericórdia para comigo. Assim Seja.


SEXTA ORAÇÃO:  

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, Rei amável e todo desejável, lembrai-vos da dor que experimentastes quando, nú e como um miserável, pregado, pregado e levantado na cruz, fostes abandonado por todos os vossos parentes e amigos, com exceção de vossa Mãe bem-amada, que permaneceu, em companhia de São João, muito fielmente junto de vós na Agonia; lembrai-vos de que os entregastes um ao outro dizendo: Mulher, eis aí teu filho! e a João: eis aí tua Mãe! Eu vos suplico, meu Salvador, pela espada de dor que então transpassou a alma de vossa santa Mãe, que tenhais compaixão de mim em todas as minhas angústias e tribulações, tanto corporais como espirituais e que vos digneis assistir-me nas provações que me sobrevierem, sobretudo na hora de minha morte. Assim Seja.


SÉTIMA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, fonte inexaurível de piedade que, por uma profunda ternura de amor, disseste sobre a Cruz: Tenho sede! mas, sede de salvação do gênero humano. Eu vos suplico meu Salvador, que vos digneis estimular o desejo que meu coração experimenta de tender à perfeição em todas as minhas obras e extinguir, por completo, em mim, a concupiscência carnal e o ardor dos desejos mundanos. Assim Seja.


OITAVA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, doçura dos corações, suavidade dos espíritos, pelo amargo sabor do fel e do vinagre que provastes sobre a cruz por amor de todos nós, concedei-me a graça de receber dignamente o vosso Corpo e vosso preciosíssimo Sangue durante minha vida e na hora de minha morte, a fim de que sirvam de remédio e de consolo para minha alma. Assim Seja.


NONA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, virtude real, alegria do espírito, lembrai-vos da dor que suportastes, quando mergulhado na amargura ao sentir aproximar-se a morte, insultado e ultrajado pelos homens, julgastes haver sido abandonado por vosso Pai, dizendo-lhe: Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes? Por essa angústia eu vos conjuro, ó meu Salvador, que não me abandoneis nas aflições e nas dores da morte. Assim Seja.


DÉCIMA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA
Ó Jesus, que sois em todas as coisas começo e fim, vida e virtude, lembrai-vos de que por nós fostes mergulhado num abismo de dores, da planta dos pés até o alto da cabeça. Em consideração da extensão de vossas chagas, ensinai-me a guardar os vossos mandamentos, mediante uma sincera caridade, mandamentos esses que são caminho espaçoso e agradável para aqueles que vos amam. Assim Seja.


DÉCIMA PRIMEIRA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, profundíssimo abismo de misericórdia, suplico-vos em memória de vossas chagas que penetram até a medula de vossos ossos, e afligiram até vossas entranhas, que vos digneis afastar esse pobre pecador do lodaçal de ofensas em que está submerso, conduzindo-o para longe do pecado. Suplico-vos também esconder-me de vossa face irritada, ocultando-me dentro de vossas chagas, até que vossa cólera e vossa justa indignação tenham passado. Assim Seja.


DÉCIMA SEGUNDA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, espelho de verdade, sinal de unidade, laço de caridade, lembrai-vos dos inúmeros ferimentos que recebestes, desde a cabeça até os pés, ao ponto de ficardes dilacerado e coberto pela púrpura de vosso sangue adorável. Ó quão grande e universal foi a dor que sofrestes em em vossa carne virginal por nosso amor. Dulcíssimo Jesus, que poderíeis fazer por nós que não o houvésseis feito? Eu vos conjuro, ó meu Salvador, que vos digneis imprimir, com vosso precioso Sangue, todas as vossas chagas no meu coração, a fim de que eu relembre, sem cessar, vossas dores e vosso amor. Que pela fiel lembrança de vossa Paixão, o fruto dos vossos sofrimentos seja renovado em minha alma e que vosso amor vá crescendo em mim cada dia mais, até que eu me encontre finalmente convosco, que sois o tesouro de todos os bens e a fonte de todas as alegrias. Ó dulcíssimo Jesus, concedei-me poder gozar de semelhante ventura na vida eterna. Assim Seja.


DÉCIMA TERCEIRA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, fortíssimo Leão, rei imortal e invencível, lembrai-vos da dor que vos acabrunhou quando sentistes esgotadas todas as vossas forças, tanto do coração como do corpo e inclinastes a cabeça, dizendo: Tudo está consumado. Por esta angústia e por esta dor, eu vos suplico, Senhor Jesus, que tenhais piedade de mim quando soar a minha última hora, e minha alma estiver amargurada e meu espírito cheio de aflição. Assim Seja.


DÉCIMA QUARTA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, Filho único do Pai, esplendor e imagem da sua substância, lembrai-vos da humilde recomendação que lhes dirigistes, dizendo: Meu Pai, em vossas mãos entrego o meu espírito! Depois expirastes, estando vosso corpo despedaçado, vosso coração transpassado e as entranhas de vossa misericórdia abertas para nos resgatar! Por essa preciosa morte, eu vos conjuro, ó Rei dos Santos, que me deis força e socorrais para resistir ao demônio, à carne e ao sangue, a fim de que, estando morto para o mundo, eu possa viver somente em Vós. Na hora de minha morte, recebei, eu vos peço, minha alma peregrina e exilada, que retorna para Vós. Assim Seja.


DÉCIMA QUINTA ORAÇÃO:

PAI-NOSSO, AVE MARIA

Ó Jesus, vide verdadeira e fecunda, lembrai-vos da abundante efusão de sangue que tão generosamente derramastes de vosso sagrado corpo, assim como a uva é triturada no lagar. Do vosso lado aberto pela lança de um dos soldados, jorraram sangue e água, de tal modo que não retivestes uma gota sequer; e, enfim, como um ramalhete de mirra, elevado na cruz, vossa carne delicada se aniquilou, feneceu o humor de vossas entranhas e secou a medula de vossos ossos. Por essa tão amarga Paixão e pela efusão de vosso precioso Sangue, eu vos suplico, ó bom Jesus, que recebais minha alma quando eu estiver em agonia. Assim Seja.

ORAÇÃO FINAL:

Ó doce Jesus, vulnerai o meu coração a fim de que lágrimas de arrependimento, de compunção e amor, noite e dia me sirvam de alimento; convertei-me inteiramente a vós; que meu coração vos sirva de perpétua habitação; que minha conduta vos seja agradável, e que o fim de minha vida seja de tal modo edificante, que eu possa ser admitido no vosso paraíso, onde, com todos os vossos Santos, hei de vos louvar para sempre. Assim Seja.



Deus age por mim


Salmos 105:1-45


Louvai ao SENHOR, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos.
Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas.
Gloriai-vos no seu santo nome; alegre-se o coração daqueles que buscam ao SENHOR.
Buscai ao SENHOR e a sua força; buscai a sua face continuamente.
Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca;
Vós, semente de Abraão, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos.
Ele é o SENHOR nosso Deus; os seus juízos estão em toda a terra.
Lembrou-se da sua aliança para sempre, da palavra que mandou a milhares de gerações.
A qual aliança fez com Abraão, e o seu juramento a Isaque.
E confirmou o mesmo a Jacó por lei, e a Israel por aliança eterna,
Dizendo: A ti darei a terra de Canaã, a região da vossa herança.
Quando eram poucos homens em número, sim, mui poucos, e estrangeiros nela;
Quando andavam de nação em nação e dum reino para outro povo;
Não permitiu a ninguém que os oprimisse, e por amor deles repreendeu a reis, dizendo:


Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas.


Chamou a fome sobre a terra, quebrantou todo o sustento do pão.
Mandou perante eles um homem, José, que foi vendido por escravo;
Cujos pés apertaram com grilhões; foi posto em ferros;
Até ao tempo em que chegou a sua palavra; a palavra do SENHOR o provou.
Mandou o rei, e o fez soltar; o governador dos povos, e o soltou.
Fê-lo senhor da sua casa, e governador de toda a sua fazenda;
Para sujeitar os seus príncipes a seu gosto, e instruir os seus anciãos.
Então Israel entrou no Egito, e Jacó peregrinou na terra de Cão.
E aumentou o seu povo em grande maneira, e o fez mais poderoso do que os seus inimigos.
Virou o coração deles para que odiassem o seu povo, para que tratassem astutamente aos seus servos.
Enviou Moisés, seu servo, e Arão, a quem escolhera.
Mostraram entre eles os seus sinais e prodígios, na terra de Cão.
Mandou trevas, e a fez escurecer; e não foram rebeldes à sua palavra.
Converteu as suas águas em sangue, e matou os seus peixes.
A sua terra produziu rãs em abundância, até nas câmaras dos seus reis.
Falou ele, e vieram enxames de moscas e piolhos em todo o seu termo.
Converteu as suas chuvas em saraiva, e fogo abrasador na sua terra.
Feriu as suas vinhas e os seus figueirais, e quebrou as árvores dos seus termos.
Falou ele e vieram gafanhotos e pulgão sem número.
E comeram toda a erva da sua terra, e devoraram o fruto dos seus campos.
Feriu também a todos os primogênitos da sua terra, as primícias de todas as suas forças.
E tirou-os para fora com prata e ouro, e entre as suas tribos não houve um só fraco.
O Egito se alegrou quando eles saíram, porque o seu temor caíra sobre eles.
Estendeu uma nuvem por coberta, e um fogo para iluminar de noite.
Oraram, e ele fez vir codornizes, e os fartou de pão do céu.
Abriu a penha, e dela correram águas; correram pelos lugares secos, como um rio.
Porque se lembrou da sua santa palavra, e de Abraão, seu servo.
E tirou dali o seu povo com alegria, e os seus escolhidos com regozijo.
E deu-lhes as terras dos gentios; e herdaram o trabalho dos povos;
Para que guardassem os seus preceitos, e observassem as suas leis. Louvai ao SENHOR. 


Salmos 105:1-45

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Meio Ambiente




É triste pensar que a natureza fala e que o genero humano não a ouve. Victor Hugo

O belo é uma manifestação de leis secretas da natureza, que, se não se revelassem a nós por meio do belo, permaneceriam eternamente ocultas. Johann Goethe

Ambiente limpo não é o que mais se limpa e sim o que menos se suja. Chico Xavier

No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade. Albert Einstein

Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome. Mahatma Gandhi

A prova de que a natureza é sábia é que ela nem sabia que iríamos usar óculos e notem como colocou nossas orelhas. Jô Soares

A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável. Jean Jacques Rousseau

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico. Sêneca

A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição. Aristóteles

Faz parte da natureza das mulheres desprezar quem as ama e amar quem as detesta. Miguel de Cervantes

O mestre disse: Por natureza, os homens são próximos; a educação é que os afasta. Confúcio

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é.
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem por que ama, nem o que é amar...
Alberto Caeiro

A natureza não faz nada em vão. Aristóteles

O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos. Albert Schweitzer

É mais fácil mudar a natureza do plutônio do que mudar a natureza maldosa do homem. Albert Einstein

A mulher é um efeito deslumbrante da natureza. Arthur Schopenhauer

Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte. Johann Goethe

A natureza é o único livro que oferece um conteúdo valioso em todas as suas folhas. Johann Goethe

A natureza deu tanto poder à mulher que a lei, por prudência, deu-lhes pouco. Samuel Johnson

Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.  Antoine Lavoisier
 
A natureza nunca nos engana; somos sempre nós que nos enganamos. Jean Jacques Rousseau
A arte é um resumo da natureza feito pela imaginação. Eça de Queiroz
Antes ser um homem da sociedade, sou-o da natureza. Marquês de Sade
Não devemos ter medo de inventar seja o que for. Tudo o que existe em nós existe também na natureza, pois fazemos parte dela. Pablo Picasso
Em todas as coisas da natureza existe algo de maravilhoso.Aristóteles
A natureza tem perfeições que mostram que é a imagem de Deus, e defeitos que mostram que é apenas a imagem. Blaise Pascal
Cada um possui na sua natureza alguma coisa que, se a manifestasse em público, suscitaria reprovação. Johann Goethe
Quem sabe se não teremos de ultrapassar muito a natureza para perceber o que ela nos quer dizer? Marquês de Sade
O que importa se você tem olhos verdes... se o vermelho dos meus refletem o verde da natureza... Bob Marley
"Sou uma filha da natureza:
quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo,
de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja. Isso lhe assusta?
Creio que sim. Mas vale a pena.
Mesmo que doa. Dói só no começo." Clarice Lispector
Tudo tem começo e meio. O fim só existe para quem não percebe o recomeço Luiz Gasparetto